Skip to main content
close Search
Close search

We'd prefer it if you saw us at our best.

Pega.com is not optimized for Internet Explorer. For the optimal experience, please use:

Close Deprecation Notice
CRM Applications: Real-time engagement. Unified platform. CRM Applications: Real-time engagement. Unified platform.

Centros de Excelência

Cada vez mais, os clientes da Pega formalizam Centros de Excelência (CDE) para ajudá-los a atingir suas metas de transformação de negócios. Cada CDE é especial, mas todos acreditam na importância da colaboração e no poder transformador da tecnologia.

O que é um CDE?

O alicerce de um Centro de Excelência (CDE) é formado por especialistas em gestão de processos de negócios, gestão de relacionamento com clientes e domínio de negócios munidos com um arsenal de práticas recomendadas e ferramentas. Em seu estado mais maduro, é uma entidade autodirigida e responsável por respaldar usuários corporativos e acompanhar os projetos mais complexos até sua conclusão.

O propósito de um Pega CDE é permitir que as empresas possam obter o máximo de ganho com a tecnologia da Pega em todos os departamentos, e não apenas em setores específicos. Um CDE vincula sua estratégia geral às suas operações diárias, documenta lições aprendidas e melhores práticas e facilita o reaproveitamento e a adaptação de soluções comprovadas por diferentes grupos. Como reúne pessoas inteligentes e tecnologia de última geração de todas as partes da empresa, o CDE também pode ter um papel importante na sua transformação digital.

Sucesso de CDE: Como Express Scripts está maximizando o impacto da Pega.

O Rich Bartlett, líder de CDE em Express Scripts, fala sobre o valor que o CDE oferece a a organização dele.

Definição do escopo e do roadmap

Apesar de alguns CDEs terem um foco maior nos processos de negócios, a Pega recomenda uma abordagem equilibrada em três áreas:

Pessoas

CDEs de sucesso têm a combinação certa de pessoas com habilidades tangíveis e intangíveis trabalhando juntas com funções e responsabilidades bem definidas em uma estrutura que apoia a colaboração efetiva.

Processo

A criação do processo certo envolve o estabelecimento de uma metodologia eficaz e reproduzível. A Pega recomenda metodologias iterativas que permitam uma percepção rápida do valor dos negócios.

Tecnologia

É fundamental ter a tecnologia adequada com um conjunto prescritivo de práticas e políticas recomendadas corporativas que a apoiem. Garanta que sua plataforma inicial de CDE seja dimensionável, disponível, segura e que tenha o tamanho adequado para acomodar demandas futuras.

Funções e responsabilidades

Funções e responsabilidades variam de acordo com o orçamento e a estrutura de seu CDE mas, na maioria dos casos, você deverá ter equipes dentro de uma das quatro categorias a seguir:

A liderança do CDE oferece governança e suporte executivo às equipes de projetos.

A equipe principal do CDE lida com a demanda e incorporação das equipes de projetos. São responsáveis pela padronização do processo de fornecimento e pela execução dos serviços de valor agregado do CDE.

A equipe estendida do CDE desenvolve experiência e conhecimento em aplicativos e na Pega® Platform em seus domínios individuais para dar suporte a projetos da Pega. Eles fornecem feedback à equipe principal sobre como melhorar o fornecimento.

As equipes de projetos podem ser recrutadas internamente, por um parceiro da Pega ou por um parceiro de fornecimento. Essas equipes gerenciam e trabalham nos projetos. São responsáveis pelos resultados do projeto de acordo com as práticas recomendadas e as metodologias determinadas pelo CDE.

Amadurecimento de um CDE

Há cinco níveis de amadurecimento do CDE:

Nível 1: organizações sem estratégia de CDE ou roadmap implementado encontram-se neste nível; não definiram estatuto nem metas.

Nível 2: identificação de funções, responsabilidades e recursos. A metodologia de implementação incorpora pontos de contato do CDE e etapas de governança, e os projetos são coordenados de forma articulada através do CDE.

Nível 3: o CDE fornece serviços especializados a diferentes equipes de projetos. Uma comunidade encontra-se totalmente ativa, e há coordenação entre os componentes que permite um certo nível de reaproveitamento. Além disso, monitora projetos e avalia e apoia novas oportunidades de gestão de processos de negócios.

Nível 4: as áreas funcionais estão organizadas em centros de competências voltados para o aprimoramento de processos comuns e modelos operacionais pela empresa. Linhas de negócios individuais são representadas e negociam entre especialização e processos essenciais com base em estrutura.

Nível 5: um modelo de negócios totalmente federado com centros de competência focados em processos estimula a adoção de processos compartilhados em diversos departamentos. Há programas de melhorias de processos em iteração contínua na empresa. Quando alcança este nível, o CDE direciona implementações da Pega em toda a organização.

Comunicação do valor

Para garantir financiamento contínuo, os líderes da organização precisam compreender o valor do seu CDE para os negócios.

A maneira mais fácil de vender um CDE é com resultados quantificáveis e, felizmente, a maioria dos benefícios de um CDE pode ser medida. Estabeleça indicadores-chave de desempenho para comunicar o avanço rumo às maiores metas da organização.

Veja abaixo alguns exemplos de KPIs que podem ser usados para medir o sucesso da estratégia de seu CDE:

Taxa de reaproveitamento de processos

Número de projetos/lançamentos implantados

Custos de desenvolvimento por conjunto de processos

ROI de cada processo

Taxa de falhas/erros

Oportunidades no pipeline

Capacidade de resposta da solução

Entregas dentro do prazo/orçamento

Recursos relacionados

Painel de discussão e práticas recomendadas de um CDE

A Philips Healthcare e a Siemens AG apresentam as práticas recomendadas e o valor comercial de seus Centros de Excelência.

Estratégias operacionais do CDE

Kate Lepore mostra as três estratégias operacionais de um CDE: Comunidade de Prática, Centro de Competências e Centro de Excelência.

Assista ao vídeo

Como o CDE reduz o risco de gera eficiência operacional

A Pega e a Stratosphere Consulting compartilham uma sessão detalhada sobre como a criação de um Centro de Excelência ajuda a simplificar seus programas.

square-square
Outline Circle
square-square
Little Circle
circle-circle
Outline Circle

Consulte um especialista da Pega sobre os CDEs

Compartilhar esta página Share via LinkedIn Copying...